*Prêmio de Melhor Ator de Comédia no Rio Web Fest 2016 pela série A Vida de Lucas Batista.

*Série Ilha de Ferro - Globo - personagem: Borracha - Direção Afonso Poyart ( a estrear)

*Série O Negócio - HBO - Personagem Yuri - Direção Michel Tikhomiroff e Julia Jordão. 1a, 2a, 3a e 4a temporadas.

*Teatro Terça Insana - personagem Giorgito - Direção Grace Gianoukas - 2017/2018.

*Novela Haja Coração - Globo - personagem Enéas Carvalho - Direção geral Fred Mayrink.

*Série Sessão de Terapia - GNT - Personagem Rafael Cecatto - Direção Selton Mello. 3a temporada.

*Websérie: A Vida de Lucas Batista - Youtube - Personagem Lucas Batista - Direção Leonardo Hwan e Catharina Strobel - 1a temporada e temporada 1.5.

*Série Na Mira do Crime - FOX - Personagem Carreirão - Direção Edson Spinello - 1a temporada.

* Teatro atuou em 20 peças profissionais, (incluindo infantis, adulto e musicais).

* Cinema, 6 longas-metragens: "Todo Carnaval Tem Seu Fim" de Vitor Baumgratz e Paulo José Leite (a estrear). "Um Namorado Para Minha Mulher" de Julia Rezende 2016. "A Palavra" de Guilherme de Almeida Prado (a estrear). "Jogo das Decapitações" de Sérgio Bianchi (2014) (participação), "2013 menos 1" de Vitor Baumgratz (2013) e "Os 3" de Nando Olival (2011), 2 médias-metragens e 47 curtas-metragens.

* Televisão atuou em séries e especiais: Aline (Globo), Tal Filho Tal Pai (Globo), 9mm São Paulo (FOX), Descolados (MTV), To Frito (Band e MTV) , Entre Teens (MTV), Morando Sozinho (Multishow), Galera Animal (Globo -voz leão), Desprogramado (Multishow), Na Fama e Na Lama (2a. Temp.) (Multishow), A Grande Família (Globo), Chiquititas (SBT) Personagem Vitor, Na Mira do Crime (FOX), Sagredos Médicos (Multishow), Lili a Ex (GNT).

Contato: johnnasoliva@yahoo.com.br / atendimento@br3.net.br

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Breve resumo da minha carreira artística - parte 3

E assim é até hoje, testes, testes e testes, faz parte dá carreira de um ator.
Me formei no colegial e prestei Rádio e TV em duas faculdades aqui de São Paulo, passei nas duas e comecei a fazer o curso na Universidade Anhembi Morumbi, conciliando meu tempo, com banda de Rock/pop o Anabundol e aulas de canto, mas tudo isso era meio radical para a minha família, eu querer ser artista.
Então com 16 anos tirei minha carteira de trabalho, minha mãe tinha medo de eu ser um vagabundo e fez eu procurar emprego, trabalhei no escritório do meu avô, como oficie boy e auxiliar de escritório, não aguentei fiquei muito tempo lá e saí dizendo: - Não aguento isso aqui , eu sou artista, tchau. Fui embora e nunca mais voltei, depois eu trabalhei com meu pai, ele tinha uma mini gráfica rápida, também fiquei de oficie e tirava xerox, fiquei com ele quase um ano, saí e fui ajudar a minha mãe na loja de costura dela, nesse tempo eu me matriculei em aula de música no Sesc Vila Mariana, fiz violão e teoria e rítmica, e aí descobri que eu poderia dar aulas de violão, trabalhar por conta numa coisa que gostasse, larguei a loja de minha mãe e aí comecei a dar aulas e muitas aulas.
Fiz panfletos, e faixas, coloquei por toda a Aclimação, tinha alunos particulares e dava aulas em um colégio, ganhava um bom dinheiro, isso no início dos meus 18 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário